2014 © Sistema 3 | Rua Barbosa Lima, 278 - Centro - (32) 3212-6496  - Juiz de Fora - MG

5 vantagens e 1 mito de aprender inglês já adulto

April 13, 2019

 

Atualmente, muito se fala sobre o ensino de língua estrangeira para crianças e sobre as facilidades que o processo de aprender uma língua ainda muito jovem envolve. Pode ser comum, então, achar que a aprendizagem depois de adulto é algo fora de alcance. Mas, atenção: isso não é verdade! O fato de existirem vantagens em aprender uma língua quando criança não significa que aprender quando adulto seja uma experiência ruim. Estamos falando de dois processos diferentes, mas ambos são eficazes!

Hoje eu vou listar para vocês as particularidades que encontramos na aprendizagem de adultos. As 5 primeiras são vantagens e a última é um grande mito que cerca esse processo.

 

1) Consciência de que se está aprendendo outra língua

 

Quando crianças muito novas estudam inglês, é comum que elas nem percebam que estão aprendendo outra língua. Isso pode constituir uma vantagem, mas ter consciência da aprendizagem, como é o caso dos adultos, também pode ser vantajoso. Essa consciência tem um lado positivo, como, por exemplo, conseguir direcionar o aprendizado para um assunto específico pelo qual você tenha interesse, ou ser capaz de fazer associações com o conhecimento de mundo que já temos. Isso nos leva à vantagem de de estudar outra língua.

 

2) Entendimento do significado da aprendizagem

 

Na minha atuação como professora, já me deparei com dezenas de adultos que estudaram inglês quando adolescentes e diziam não ter aprendido nada. Claro que isso não acontece com todos, mas não é raro encontrar situações como essa. Isso é comum porque, quando muito jovens, as atividades que consideramos importantes são outras. Se o inglês não está entre elas, raramente vamos valorizar e nos engajar no processo. A vantagem de quando já somos adultos é que sabemos o porquê estamos estudando, seja um motivo profissional ou pessoal. Obviamente, ver sentido em uma atividade que exige dedicação, faz com que nos comprometamos muito mais.

 

3) Vontade de aprender – estamos mais motivados

 

Como consequência desse item , acabamos ficando mais motivados, pois vemos sentido e utilidade no que estamos fazendo. A vantagem é que quando queremos aprender, nos divertimos mais durante o processo, e não enxergamos os estudos como uma tarefa sacrificante. Além disso, estamos dispostos a “ir além da sala de aula”, e muitas vezes teremos prazer em buscar conteúdo extra que seja de nosso interesse, como assistir filmes, ouvir música, ler um livro, jornal ou revista, etc.

 

4) Capacidade de concentração

 

Quem já teve contato com crianças, mesmo que por um breve período, provavelmente notou que elas estão normalmente atrás de uma nova brincadeira, mesmo que tenham acabado de começar a primeira. Isso acontece porque o (extensão de tempo em que conseguimos prestar atenção em algo) da criança é baixo. Ou seja, ela não consegue prestar atenção em uma mesma atividade por muito tempo. Já quando adultos, essa capacidade de atenção é mais extensa, e, portanto conseguimos nos concentrar por mais tempo, o que é essencial nos estudos de uma língua estrangeira. Principalmente quando se escolhe priorizar essa atividade e fazer um curso intensivo como o do Sistema 3, com nove horas de aula por semana. 

 

5) Percepção de que precisamos aprender a respeitar o processo

 

Estando tão concentrados e envolvidos, alguns estudantes ficam ansiosos para ver resultados. Isso é normal, pois queremos recompensa pelos nossos esforços e também aquele gostinho de nos comunicarmos em outra língua. Entretanto, é muito importante saber que a aprendizagem de um idioma é um processo que envolve vários aspectos e que as habilidades que desenvolvemos não avançam todas na mesma velocidade. Pense, por exemplo, em uma criança que ainda não sabe falar. Antes de sair por aí tagarelando, ela escuta a língua por muito tempo, depois começa a entender o que falam com ela e, só então, a falar. Não significa, necessariamente, que quando já nos tornamos adultos o processo levará o mesmo tempo, mas temos que valorizar cada etapa. Se você percebe que já consegue compreender muita coisa, mas não fala nada ou quase nada, isso não é motivo para frustração ou desespero. Na verdade, é uma conquista, pois você já consegue entender.Tendo paciência, os próximos passos virão.

 

6) A busca pelo sotaque perfeito: o mito.

 

Todo adulto que se dispõe a aprender um novo idioma e se esforça para isso, quer ver os resultados de seu empenho. Um resultado normalmente considerado como muito importante pelos alunos está relacionado ao sotaque. “Quero ter sotaque britânico”, “Acho que tenho muito sotaque para falar inglês e não gosto” são tipos de frase comuns nas salas de aula. É importante, antes de tudo, entender que sotaque não é uma coisa ruim. Então, se você é brasileiro e acha que soa como um brasileiro quando fala inglês, isso não é problema nenhum! Os sotaques, na verdade, são características muito interessantes que mostram a diversidade de quem nós somos e é muito legal ver pessoas de lugares diferentes falando a mesma língua (o inglês, por exemplo), cada uma com seu sotaque. E, mesmo assim, todas se entendendo, o que é a parte mais importante. É claro que, se é uma vontade sua, você pode sim se esforçar para falar de uma maneira que ache mais bonita ou elegante, mas o sotaque de onde viemos existe e ele não é pecado! Ou seja, ao invés de se preocupar em falar como um nativo, direcione seus esforços para desenvolver a habilidade de falar o que é relevante da maneira que puder. E, na medida em que os seus estudos forem avançando, sua fala ficará mais encorpada de vocabulário, mais elaborada com estruturas gramaticas avançadas e naturalmente seu sotaque também ganhará novos contornos, pois você terá alcançados níveis mais altos de conhecimento da língua.

 

Esperamos que essas dicas ajudem os adultos que ainda têm dúvida se vale a pena estudar inglês e que possam motivar quem já iniciou esse processo.

E você, enxerga alguma particularidade que não mencionamos aqui? Deixa pra gente nos comentários!

 

Qualquer dúvida, pode também nos enviar um e-mail no contato@sistema3.com.br ou uma mensagem no WhatsApp (32) 98824-1025.

 

Bons estudos!

 

 

 

 

Àgata Avelar

Professora de inglês

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Posts Em Destaque

Bem-vindos ao blog S3!

January 24, 2017

1/1
Please reload

Posts Recentes
Please reload

Arquivo
Please reload

Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square